27 de Janeiro de 2007

Leviatã



Na interpretação cristã, o Leviatã é comummente considerado ser um demónio, ou monstro natural, associado a Satanás.

«Desperta! Desperta! Reveste-te de força, braço de Javé! Desperta como nos tempos passados, como nas épocas antigas. Não foste Tu que derrotaste o monstro e trespassaste o dragão?» (Isaías, 51:9)

Alguns escolásticos consideraram que o Leviatã representava as forças pré-existentes do caos. No salmo 74:13-14 diz-se «Tu dividiste o mar com o Teu poder, quebraste a cabeça do monstro do mar. Tu esmagaste as cabeças do Leviatã, dando-o como alimento às feras do mar.»

Deus apartou as águas da Terra. Génesis 1:2 «No princípio, Deus criou o céu e a terra. A terra estava sem forma e vazia; as trevas cobriam o abismo e um vento impetuoso soprava sobre as águas.»; em Génesis 1:6-7 «Deus disse: "Que exista um firmamento no meio das águas para separar águas de águas." Deus fez o firmamento para separar as águas que estão acima do firmamento das águas que estão abaixo do firmamento. E assim se fez.»

Alguns exegetas sugerem que o Leviatã é um símbolo da humanidade em oposição a Deus, argumentando que tanto o Leviatã como outras bestas que são mencionados nos livros «Daniel» e «Revelação» devem ser interpretados como metáforas.

O uso do Leviatã nos livros do Velho Testamento pode ser visto como referência a bestas da mitologia semítica mencionadas na literatura ugarítica. «Naquele dia, com a Sua espada dura, grande e forte, Javé castigará Leviatã, serpente escorregadia, Leviatã, serpente tortuosa, e matará o dragão do mar.» (Isaías, 27:1)

De acordo com S. Tomás Aquino, Leviatã é o demónio da inveja e o primeiro a ser castigado nos pecadores que nele incorrerem.

E a que animal poderia corresponder o Leviatã?
Talvez uma resposta seja dada no próximo post...





2 comentários:

Anónimo disse...

Obrigado e parabens pelo blog. Estou te aplaudindo sempre. Deus está com os justos e com os espiritos que se elevam...

Anónimo disse...

obg pela ajuda otimo blog!!!